Ameaça de Temer fez brasileiro correr para se aposentar

Data: 06/03/2018

Autor: Brasil 247


Foto: Valter Campanato/Agência Brasil

Com a ofensiva de Michel Temer e seus aliados para aprovar a reforma da Previdência, os brasileiros correram para se aposentar, mostrando que as discussões sobre a reforma da Previdência só pioraram a situação; em 2017, brasileiros que se aposentaram por tempo de contribuição eram mais jovens do que quem solicitou o benefício em 2016, segundo dados da Secretaria de Previdência

247 – Com medo de perderem o direito à aposentadoria devido à reforma da Previdência de Michel Temer, milhares de pessoas correram para se aposentar.

Brasileiros que se aposentaram por tempo de contribuição em 2017 eram mais jovens do que quem solicitou o benefício em 2016, segundo dados da Secretaria de Previdência obtidos pelo ‘Estadão/Broadcast’. Entre as mulheres, a idade média na concessão da aposentadoria caiu de 53,25 para 52,8 anos. Entre os homens, essa idade passou de 55,82 para 55,57 anos.

Os resultados interromperam uma tendência longa, embora gradual, de aumentos na idade média de concessão das aposentadorias. A última vez em que houve queda foi em 2008, entre homens, e em 2005, entre mulheres. Do total de 1,4 milhão de aposentadorias concedidas no ano passado, 470 mil foram por tempo de contribuição.

A aposentadoria precoce onera as contas públicas porque a expectativa de vida dos brasileiros é maior do que no passado, ou seja, o beneficiário tende a ficar mais tempo recebendo os valores do INSS. Segundo o IBGE, uma mulher aos 53 anos tende a viver outros 30. Já a expectativa de sobrevida de um homem de 55 anos é de mais 24 anos.

As informações são de reportagem de Idiana Tomazelli no Estado de S.Paulo.