Educação Superior: plano de saúde garantido até 1º de maio, enquanto seguem as negociações

Data: 04/04/2018

Autor: Fepesp


 

Devido às mobilizações e união dos docentes, foi estendido até o dia 1º de maio, o prazo de validade da cláusula que garante assistência médico-hospitalar a professoras e professores no ensino superior da rede particular de ensino no estado de São Paulo. 
 
A assistência médico-hospitalar representa a questão mais controversa nas negociações pela renovação das cláusulas financeiras da Convenção Coletiva de Trabalho. Nas primeiras rodadas de negociação desta campanha salarial, o setor patronal defendia a eliminação completa do plano de saúde, mas desistiram da pretensão diante da pressão da categoria pela sua manutenção. Agora estão sendo discutidas as condições para a sua manutenção.
 
A Convenção Coletiva do ensino superior privado no estado de São Paulo tem validade até 28 de fevereiro de 2019, já que na campanha passada conquistamos um acordo de dois anos - com exceção de algumas cláusulas financeiras, como plano de saúde, bolsas de estudo e o nosso reajuste, que estão em negociação. Com a extensão da validade do plano de saúde, agora definida, os demais itens mantem sua validade. Professora e professor - fiquem atentos às orientações do Sinpro-Sorocaba. As negociações com as mantenedoras seguem, e é hora de nossa mobilização!
 
#campanhasalarialfepesp2018
#vamosdefenderoqueenosso