Busca:


Notícias da Educação

Educação básica: patronal tem nossa contraproposta, vão reunir para decidir


Data: 06/04/2021

Fonte: Alex da Matta, Sinpro-Sorocaba, com informações da FEPESP


Os donos de escola na educação básica privada de São Paulo deverão se reunir em assembleia patronal para discutir e deliberar sobre contraproposta dos sindicatos de trabalhadores para a convenção coletiva nesta campanha salarial de 2021. 

Na manhã de terça-feira (6), a comissão de negociação coordenada pela Fepesp apresentou um conjunto de propostas, incluindo índices de reajuste salarial e PLR, definir procedimentos para a realização de homologação de dispensas nos sindicatos e manutenção das cláusulas de convenção definidas no Tribunal Regional do Trabalho no julgamento do dissídio coletivo de 2019/2020.
 
O representante patronal quer virar uma página sobre o julgamento do dissídio e, assim, restabelecer os principais pontos da última convenção coletiva negociada em 2018. Mas não é assim que se faz! O julgamento do dissídio deu razão às nossas pretensões, reconheceu direitos e demonstrou a intransigência dos donos de escola ao se negar a negociar.   
 
Nossa proposta está na mesa. O patronal vai se reunir e, com base na resposta das escolas, deveremos marcar nossa assembleia para decidir nossa campanha.
 
“Estamos diante de uma questão crítica para os professores e para os auxiliares, a nossa mobilização é o que importa neste momento”, diz Celso Napolitano, da Fepesp, coordenador da comissão de negociação. “Nesta hora em que a pandemia está na sua pior fase, e política nacional em turbulência, temos que fazer valer o que é mais importante para nós: defender nossos direitos e defender a vida.”
 
É importante conversar com seus colegas – aproveite qualquer brecha nas lives e reuniões virtuais para lembrar que nossos direitos estão em jogo nesta campanha. Fique muito atento a todos os avisos do Sinpro-Sorocaba. Você poderá ser convocado a participar de assembleia ainda neste mês de abril. Fique de olho!