NOTÍCIAS

Denúncias de trabalho escravo quadruplicaram em Sorocaba

O Ministério Público do Trabalho (MPT) divulgou ontem (25) o balanço de denúncias de trabalho escravo feitas em 2022. Embora essa condição seja uma grave violação aos direitos humanos e uma prática inaceitável, os números na região de Sorocaba se tornaram quase quatro vezes maior em comparação ao ano retrasado. Conforme o órgão, foram recebidas sete denúncias de trabalho análogo à escravidão em 2021.

Já no ano seguinte, a quantidade de queixas chegou a 27 – representando um aumento de 285,7% de um ano para o outro. Na maioria das vezes, a exploração ocorre em atividades econômicas nas áreas rurais e na construção civil. No entanto, o MPT afirmou que também houve casos em pequenos comércios da região. Após o recebimento da denúncia, as operações de resgate geralmente começam com uma investigação para identificar pessoas que estão nesta situação. Em seguida, as autoridades realizam operações para libertar essas pessoas e fornecer assistência para ajudá-las a recuperar sua liberdade e seus direitos. Isso pode incluir alojamento temporário, alimentação, assistência médica e orientações jurídicas e para encontrar emprego.

Foto: MPT